PROFUNDO

A distância das pessoas não impede que elas sintam profundamente aquilo que os muda; que os cativa. As vezes, e no meu caso a maioria das vezes, apenas a voz é capaz de fazer com que eu sinta meu corpo arrepiado. Fica uma bagunça danada, a gente perde o chão, mas ao mesmo tempo vê ele vindo até os nossos pés. Gostar e dizer que gosta pode ser melhor maneira de dizer eu te amo desde o inicio. Porque a gente sabe, que eu te amo não é a frase… são as coisas que a gente faz. Estou bastante inspirado para expressar o que sinto, mas também não sei o que dizer. É profundo pensar; é profundo ouvir e também ver. O real sentido da vida e do que somos está aí! Sentido… percebe a palavra? O sentido está em sentir, em gostar, em ter emoções. Todas as pessoas merecem sentir isso. Peito apertado, coração acelerado… cada segundo é especial. O caminho pode ser totalmente diferente, quando se tem alguém especial no meio dele. A gente pega a bagagem e vai para outra direção. A dor significa dizer algo, e saiba que o sentir frio na barriga também diz algo. Você está profundamente apaixonado, assustado, ou simplesmente com muita vergonha. É normal. É ser gente! Amor platônico é aquilo que está acima, ou abaixo de quem somos e onde podemos alcançar. Eu acredito ser além. Se é amor, torna-se ainda mais acessível. Faça o que puder fazer, faça o saudável, o recíproco! Seja profundo, e leve cada sentimento seu a sério. Não se sabe quando a gente pode perder essa coisa pura. A gente percebe tudo que é bom, todas as características especiais, cada detalhe! Por isso os olhos brilham. Quando se é amor, é profundo… e profundo significa algo que é grande, que demora, que precisa de cuidados. Seja atento, e não perca as oportunidades! Boa sorte e obrigado.  :)

Anúncios

Vermelho

A conexão é inevitável quando se usa os olhos, desta forma, caso realmente exista uma verdadeira troca de olhares, no sentido de: eu quero enxergar; quero poder lhe conhecer… O ponto de partida será necessário, pois não se protege da chuva sem antes pegar o guarda-chuvas. Tendo isso como referência, digo com a certeza de que estou certo que houve aquela esperada troca de olhares, e não só troca de olhares, existiu uma profunda observação e ao mesmo tempo apreciação em relação a ambos seres humanos.

Vermelho… vermelho é o que se via… os instintos se ativam e os pelos imediatamente se arrepiam, trazendo a mim uma certa energia, cujo acumulada, me leva até o conhecido frio. É verdade que isso não se passa de um desespero, eu não sou o melhor para lidar com esses tipos de situação, mas garanto, que posso ser o melhor se existir uma permissão, pois não consigo agir sem antes saber se posso entrar. A timidez é um pequeno problema, pequeno pelo motivo de que ela lhe controla e não lhe permite exageros. O Processo é lento, mas quando finalizado, não exista quem o reverta, essa pode ser uma afirmação equivocada relativo ao ponto de vista, mas se eu não procurar ter a minha identidade, ou melhor, encontrar minha identidade e usa-la, como poderei ser útil para as pessoas que amo, e claro, para o vermelho que pretendo amar. As soluções parecem obvias, mas não são, aparenta ser porque a vida é uma armadilha, ela lhe oferece abrigo, comida, e quando você mesmo espera… fim. Seus planos foram por água à baixo, e o que vem agora¿ A vida novamente irá lhe oferecer uma oportunidade, porém neste momento, você começa a entender, claro, este campo minado. Também existe uma compressão de que, as oportunidades são visíveis de acordo com o caminho que você procura seguir! Desta forma você percebe que a vida não foi uma armadilha e sim, o que caminho que você seguiu. Sabe o processo lento¿ É devidamente para evitar essas armadilhas, porque se algo começar a dar errado; se o estopim começar a acender, o tempo que você deu ao tempo, será retribuído, e terá chance de lamber os dedos, e apagar o que seria seu fim, pelo menos nesta parte de sua vida. Vermelho eram seus cabelos, e eu estava apaixonado. O labirinto começava a se construir em minha cabeça, eu enxergava os muros se levantando… de novo não! O amor platônico, ao mesmo tempo que presenteia com a criatividade, retira de mim o que necessita estar inteiro.