Anelo

Anelo

Eu tenho um anelo pela vida,
mas a vida nem se quer gosta de mim.
Esqueça tudo isso, e pode ir embora.
Desde menino, a gente se escondia…
Falar menos, parece preguiça, mas quem diria…
O menino suicidou. A vida não foi embora
mas sim, quem era, e não mostrava por fora

Esqueça tudo isso vai…
Quem sabe na próxima
Quem sabe serei melhor
A vida tem voltas
A vida tem cotas

Tenho anelo em viver
Mas a vida nem se quer torna assim
Esqueça tudo que sou, embora
No outro sentido, eu corria
Falar menos, é defesa de menino
E quem diria…
O menino se afagou
E não, não foi em água
Mas sim, em tudo que não dizia…
Que não botava pra fora

Mas quem diria
O menino sufocou
E tudo que tinha pra dizer
Morria no caminho do prazer
Ele foi embora, e nunca apareceu
Quem foi que disse?
Quem foi que disse que o menino escolheu?

Esqueça tudo isso vai…
Quem sabe na próxima
Quem sabe serei melhor
A vida tem cotas

– James de Oliveira /  MG

Anúncios