Bilhete‬

Eu tive a sorte entre milhões, era um bilhete premiado. E quer saber como comemorei a vitória? Eu chorei, dei aquele berro! Mas logo, aquela gigante me prende nos braços, fico tão calmo. Eu tinha vida… E por passar o tempo, eu percebi meus defeitos, mas e daí? Eu tenho vida. Vida é consequência do que fazemos e claro um pouco de sorte. Posso ter atitude e corrigir o tal errado certo que vive preso dentro de mim. Eu tenho ainda muitos defeitos e eles me fazem bem. É, bem. Pois sem eles não tenho a tal garra. Como posso vencer agora vivo se não tenho nada para corrigir. Ser perfeito é bobagem, vamos errar e correr mais uma vez atrás. James de Oliveira