Compras

Jingle Bells

Jingle Bells
24/12/2014

Enxurrada de líquido cerebral, e os porcos ainda não sabem o verdadeiro significado do natal. As pessoas moram um mês no shopping, e torcem muito para um esportista que talvez vive usando dopping. Todos plantam árvore de natal o ano inteiro, deixam de baixo presente para os festeiros. Eu menti, o ano inteiro eles ficam a fingir, dizem ser amigos só pra tentar te fazer sorrir, quando você sorri, te passam a perna, e quando chega vinte e cinco pedem perdão pelo o que fizera. É muito legal o natal, pois se comemora o nascimento que não existiu, e o aniversário do Juca, e enfim… Todos terminam a ceia comendo jujuba. Pra os leigos: Meu amigo Jesus, que um dia fez jus não nasceu em vinte e cinco. Data que foi datada pra preencher o nada… Já que muitas religiões comemoram algo nesta data, por que não? Hoje, no mundo de atualmente, tornam-se insolentes, todos às ruas como Leões ferozes a procura de promoção, mas são espertos usam capa de ovelha, fica fácil confundir as olheiras.

 Passa-me a manteiga, mas cadê meu pão? … Esqueci tive de doar em época de São João. – Ora esta, por que doou? – O que queria que eu fizeste? – Agora como iremos fazer rabanada?! Estúpido! – Mas eu fiz o que era certo, todos estavam doando, eu quero ir pro céu caralha! – Ok, pergunte se lá tem pão, vai e volta… De outra maneira, o que quero dizer com o pão, é que a necessidade de fazer só porque alguém que tenhas lhe prometido o que quer que seja, não torna fato que irás ver a gloria, quando na verdade, ela está sobre seus pés, desde que, o que você constrói é o seu céu. Se faz algo bom, não irá haver recompensa, a recompensa já é fazer algo bom, pois, você se torna uma pessoa melhor, e assim sendo, o mundo fica cada vez melhor. Tudo que é prometido, as vezes, é apenas uma forma de fazer você deixar a preguiça de lado, ou até, uma forma de lucrar em cima de quem não pensa. É uma loucura ter que ser tão idêntico, tirando o fato que as pessoas se reúnem um pouco, claro, com um smartphone em cima da mesma, mas mesmo assim estão juntos, é a parte legal do natal. Em que algum grupo muito tempo atrás percebeu esta felicidade e atribui-a a deus, dizendo então que vinte e cinco é a data do nascimento do menino Jesus… É claro que não foi bem assim, mas é o que eu estou dizendo, porque foi o que pensei. O texto nasceu depois de um pensamento pequeno sobre consumismo, mas, quando se é natal, não podemos deixar de exagerar.

Jingle Bells! Jingle Bells! Jingle Bells! Começar o ano com dívidas é incrível! E o Noel, sempre uma imagem né? Uma graça este Noel. O que seria de nós sem imagem, como por exemplo: Jesus com olhos azuis no oriente médio… que lindo. Mas pelo menos, de tudo o que disse não posso negar, o Noel faz de tudo para poder me ajudar. Me da presente, me da abraço, me da uma foto e um thauzaço! Ele sim é bom… Mas temos que conscientizar, quem é o Noel? Além da imagem, existe um conteúdo certo? Melhor você pesquisar, afinal, você está na web, e não na Hebe, aqui você pode quase tudo, pesquise. Continuando o que dizia: Quem é o Noel? E por que faz tão bem?! Respondo-lhes: O Noel, somos nós! E nós queremos o melhor pra gente, e quando estamos de Noel… (How How hOW) É SÓ ALEGRIA. O neopaganismo está dentro de nós e temos de usar, por que a sociedade, porque seu filho Pedro, não para de pedir presente, não quer parar de ganhar! Ah… Vamos parar com esta conversa, espero que tenha entendido minha testa, e Jingle Bells! Jingle Bells! Jingle Bells! Lembre-se: Noel e religião no final sempre é a mesma coisa, e PRESENTES, promessas, despesas…

De James, um feliz natal a você que leu este texto e poderia estar dizendo eu te amo para alguém, brincadeira… #JamesOliveira

Anúncios