Jesus

Se eu pudesse mudar o tempo

Provavelmente, eu, mudando o tempo… voltaria nele, segundos, minutos até dias talvez pra frente! Cairia nesse túnel de cabeça, como se fosse um mergulho em calda de chocolate. Iria encontrar com Jesus, ouviria suas poesias de perto, aprenderia sobre este suposto amor que estão no futuro daquelas páginas, tentaria o máximo concluir. Mais tarde, eu iria bater um papo com Sócrates, perguntar que diabos é essa de consciência do homem. Iria tentar entender antes o que depois não consigo ler. Ah… Se eu pudesse fazer, voltar, ver. Eu poderia passar um dia planejando outros dias, sei o futuro. Escolheria a segunda, iria até o sábado, e claro, domingo um descanso. Toda vez que eu me perguntasse, se deveria ir ou não, na verdade: nunca haveria me perguntando se deveria, eu apenas iria. Sei o que irei perder caso não fosse, mas na quarta eu já desisto, não perderei muita coisa, faltarei a aula hoje. Que bela garota vejo… Você sabia que eu irei viver com ela um dia?! Pois é, já vi todas as cenas, não sei se terá o mesmo gosto, e tenho uma surpresa; eu não vi que ficarei em dúvida sobre se eu soubesse o que faria. Sensação estranha, talvez você tenha sentido isso um dia também… Fica complicado mesmo sabendo o futuro, pular do penhasco sem a barriga fria não tem graça! Eu não quero mudar o tempo, me questiono: E se eu me arrepender, e o pior?! Me arrepender de não ver que iria me arrepender. Eu vejo apenas o que aconteceria, não a maneira como meu sentimento funcionava. Ta ficando chato, ficar mexendo nos ponteiros do relógio estraga a engenhoca! É melhor deixar a água cair naturalmente, funciona mais rápido sendo eficaz. Se eu pudesse mudar o tempo, eu retiraria de mim, o (pudesse). E bateria a cabeça, com aquele maravilhoso frio na barriga.

Anúncios