Pessoas

FERIDA

Infelizmente as pessoas não conseguem ter empatia quando mais se precisa. Tentar entender já é um passo muito importante, mas não… a gente pisa mesmo; a gente abre mais ainda a ferida. Muitas pessoas chamam de frescura, de falta do que fazer, mas não sentem na pele o que é viver preso desta forma a uma condição, que de forma alguma é humana. A depressão cresce a partir daí, você nem precisa dizer, só observar, pois vai concluir que ninguém vai querer lhe estender a mão, até mesmo os mais próximos, eles vão lhe crucificar, jogar pedras e pisar no seu pescoço, lembrando as coisas que tu fez, e desta forma justificando a situação. Todo mundo sabe o que faz, ou quase todos, não precisamos ficar sendo lembrados, mesmo que não tendo a noção das circunstâncias das coisas, a gente sabe o que fez. A procura por ajuda passa a ser plano Z, e por isso muitas pessoas se despedem antes. Somos ruins, não temos compaixão, não sabemos olhar nos olhos… a gente gosta de se sentir por cima, mesmo que seja em cima de milhares de corpos humanos, a gente vai querer estar no topo. Vou continuar repetindo a gente, porque também até os que sofrem, certo momento comportam como tal. Ter sensibilidade para perceber as coisas e realmente ajudar alguém que precisa, pode mudar a sociedade, por isso digo que amor é ensinado, e de que forma? Amando desde sempre, apoiando desde sempre, isso faz com que as pessoas entendam o que é ter alguém do lado, o que é amor. Muitas vezes pessoas próximas pisam e debocham, mas eu me contento tentando manter a cautela, sei bem o que fiz. O textos não existem atoa, existem para desgastar minha energia que não uso no dia a dia… existem para compensar de certa forma os bom dias que deixei de dar. A minha existência no meio das pessoas é neutra, assim tento manter, sabe por quê? Por que dói menos quando olham pra você, por que dói menos quando pedem sua participação e você rejeita. Eu prefiro não ser convidado, embora deseje isso. Não gosto de oferecer pela metade, por isso a negação. Quando eu estiver pronto, irei ser melhor. Eu prometo! Escrevi porque disseram a mim coisas que não queria ouvir, a gente não precisa ser lembrado!

Anúncios

Dublado

É dessa forma que funciona quando se conhece alguém de verdade. Fica dublado com legendas e créditos. Tudo que é dito, se completa pelo outro. É magica do conhecer, do sentir empatia… do inicio gostar. Estou a tempos sem conhecer alguém assim. Embora eu saiba que me aprofundo demais, e de vez em quando sinto a sensação de está começando a grudar demais, e recuo. Tento parecer perfeito em tudo! Tento sempre estar passando uma boa impressão, que em seguida, me deixa em depressão e é quando todo mundo vai embora. Eu estou me tornando um poço, a galera busca água e vaza! É… eu poderia ir com eles, me divertir com eles, mas… James, é aquele cara quieto, que prefere evitar; que prefere não falar; que não quer incomodar. E que devagarinho se percebe, e se vê incomodado com quem és. Eu não quero perturbar, para perturbar a mim mesmo. Eu tento deixar dublado saca? Pra todo mundo se amarrar! E quando eu abro a porta de casa, e ponho os pés pra fora, nem legendas eu vejo… linguagem estranha, não tem sentir. Pra ser sincero eu estou cansado, e os textos não estão tirando mais como antes o peso…. na verdade está mais pesado quando mais se passa o tempo. Eu sei! Eu sei que preciso além dublar, convidar as pessoas para entrarem na sala e assistirem o filme, e saberem o que sou, e porque tanto drama. Eu estou cansado, e não quero ficar parado… uma hora todo mundo vai dar play! Eu também, claro. :) :/ :|

Como simplificar

1

As pessoas dizem muito, ou melhor, falam demais. Elas votam muito, mas esquecem de saber votar. Dizem absurdos em relação a roubos, corrupção… Mas não deixam de furar uma fila, de perguntar de quem seria aquela nota ao chão. As pessoas de fato dizem muito. Desculpe-me, eu queria dizer que, elas tentam dizer. Dizer é cumprir, falar é brincar! Entende agora. Quando houver de fato sua palavra, você diz! Não preciso explicar o verso.

As pessoas julgam demais! Se ao menos estivessem na mesma situação iriam querer a compreensão até de outros planetas. Bando de macacos, epa, não me denuncie! É um elogio afinal. Os atos a tráfegos que fazem átomos dividirem a todo tempo, que faz a vergonha ter medo da coragem, do realismo, de saber encarar de verdade. As meninas Escândalo total, quando é famosa mais ainda, fora do normal!!! Onde está meu mundo, no bolso do escrúpulo? Tirar uma foto enviar sem receio, parece meio leiga a mentalidade no momento.

Na escola o ensino não avança, porque nós mesmos não criamos um fiapo de esperança. Na mesma linha, a realidade de hoje, pode-se perceber muito, as mãos tremendas, os olhos vermelhos, o desespero de quem ao menos sabe em quais mãos podem estar sua intima particularidade que, nem é mais, se perdeu, se fodeu! Vamos ajudar, vamos tentar simplificar o mundo de hoje! Tem gente que não entende, precisa de uma sincera ajuda. O amor de hoje, não é amado como o do passado.

O produto vale, se compra, é roubado. Sentimentalismo, amor! O impulso é o resultado de qualquer amor jovem… Elas só querem ser amadas e, é meio sem sentido começar com os roubos, a indisciplina do povo, e terminar na que está hoje, sem estrada. Mas, podemos comparar o fim com o início.

¹E se você soubesse votar! Escolhe um cara, um daqueles que com certeza serviria como um belo par. Que mudasse a forma de como usamos nossa comunicação, que fizesse que mais vezes déssemos as mãos. Nem se olha mais aos olhos, tudo artificial, mas, real. Tem vida que está sendo impressa, logo, facilmente manchada. A tecnologia querendo ser vida. ²E se você soubesse mudar! Começasse a pensar, planejasse um modo de votar. “Cê” que sabe, a escolha é sua, os filhos no futuro serão seus; a ignorância hoje será mais irrigada por você; a preguiça de fazer terá você como codinome principal… Carregar esse peso como apelido, que chato em!

É, eu sei que agora concorda que bando de macacos era um elogio.

Paro, e penso.

Agora vai, não para de pensar! O que você faz, mesmo se não vê, faz efeito quando de novo você tem que reeleger. (Eu tento, e você?) James Oliveira.

¹E se você soubesse votar!
²E se você soubesse mudar!
³ Aqui você coloca o que quiser… e continue!

 

 

Nossa gente

A gente tenta…
A gente tenta ligar uma coisa à outra…
A gente tenta fazer certo, a gente luta! A gente somos nós, agentes do planeta.
A gente não planeja vida.
A gente somos tudo, e ao mesmo tempo, fazemos nada.
A gente é fraco, não diz que ama.
A gente esconde, acha que é melhor! A gente levanta, acorda, desperta e anda.
A gente tem tudo, tudo da gente é para o mundo.
A gente perde tudo, só fica o amor.
A gente grita para não falar.
A gente fala, repito, não diz! A gente é porco, rosto? HÁ.
A gente é giz, só molhar e amor some.
A gente não sabe manter.
A gente não gosta de ler, eu sei que quer parar! A gente é corajoso, mas claro, MENTIROSO! A gente busca, encara, cai e levanta! A gente não sabe.
A gente não sabe escrever, ler.
A gente não sabe conversar.
A gente gosta de culpar! “FOI ELE! FOI ELA!!!”
A gente só quer parecer.
A gente tem status, a gente não precisa merecer.
A gente gosta de multidão, ai fica fácil apontar mão.
A gente sabe que tem muitos, e é só escolher quem leva a culpa.
A gente não sabe responder pelos nosso atos!!!
A gente não sabe escolher, debater, construir e enfim argumentar!
A gente não se interessa, pra quê opinar?
A gente não sabe, saber da nossa gente.
A gente inventa, mente, envenena.
A gente não sabe contar história.
A gente gosta de ganhar!
A gente reclama pra trabalhar! Inclusive eu, isso o James! A gente, não sabe lidar com gente.
A gente não sabe contar história.
A gente não sabe se assentar.
A gente culpa toda trajetória.
A gente culpa a própria gloria.
A gente não viver.
A gente nos mata.
A gente não sabe morrer.
Por: Alguém sem nome. Ele morreu para escrever, esquecera que tinha identidade em seu bolso, sem nome, sem esboço, ta aí, mas UM de seu poço.