Ponto

Ponto

Tudo tem um ponto.
Seja para fim ou apenas uma meta.

Se entendes bem, por qual motivo ultrapassa a linha?
Ponto.
Tudo tem um ponto, exceto e corrigindo:
A ignorância não tem ponto, nem pontos…
Exacerbadamente engole todos.
O não saber lhe oferece autoridade.
Tolos.

Ponto, por dúvida ou por certeza.
Certeza cuja não temos.
Você pisa em qual chão?
Vida.
Todo vida merece ponto, para viver e claro conviver.

Ponha, coloque, insira pontos.

Somos nossos próprios conflitos.
Pisamos onde nossos pés estão.
Lembra do chão?
Use pontos, não ultrapasse.
Se somos nossos próprios conflitos… logo somos a única solução. Eu.

Anúncios

Sou parte dos 10 e pontinhos

De uma duvidam

Quero atenção, NÃO TENHO ESPAÇO, Cortam-me as mãos.

De poesia, já to esgotado, falo de tudo, não digo ao contrário.
Para todos lerem do que é certo, mas nem ao menos certo sou.

Se tenho força e..
Pois…, MAS: Não sei dizer! A atitude é que falta acontecer, precisa-se fazer, para poder responder.

Existe experiências, E existe provas.
Tudo para uma conclusão
E se tudo for errado?

Errado sinto tudo ser, mas ficar calado…é o melhor para fazer.
O mundo pisa, ou melhor…
A imagem dele esmaga.

Sou uma formiga.
Formiga sem casa, que morre todo dia. Para tentar reviver.
O texto meu, quase ninguém lê, é falta…. De meu compreendimento, para com todo o ser.

Não sei ser, o que querem que eu faça.
Não sei mais trabalhar, com as mãos calejadas…todo dia, os desgraçados pisam em minha casa…deixa eu te lhe dizer: A casa sou eu, mas os grãos que a compõem…
São minhas poesias.

Não me maltrate, A casa é fraca…
E não sei se irei aguentar. De James.